Selecione:

Pesquisar produtos:

 

Itens de sua compra
0 itens | Total: R$ 0,00

Nossas Coleções
  ::Critica Literaria
a

 Home » Teoria das Artes e Literatura » Critica Literaria


Pessoa e Nietzsche
ISBN: 9789727718085
Autor: Antonio Azevedo
Ano da Edição: 2005
Disponibilidade: Disponível
Peso: 0,400 kg
Formato: 23,5 x 16 x 1,5
N.º Páginas: 222
Por R$ 54,40 à vista
 
 
 
Detalhes do produto Formas de Pagamento
Face à não existência de um estudo sobre Pessoa e Nietzsche - "Nietzsche e Pessoa: eis um tema para um ensaio que está a tardar", desafio lançado, já em 1950, por Jacinto do Prado Coelho -, o autor meteu mãos à obra, com o objectivo de dar conta da presença da tragédia niilista no "drama em gente". A par da "morte de Deus", o "drama em gente" herda do "filósofo-artista" a morte das principais categorias da Modernidade: utopia, racionalismo, historicismo, progresso, perfectibilidade humana, revolução, democracia e humanitarismo. Alberto Caeiro, qual criança liberta da doença civilizacional, despede-se da História e da maleita do pensar e refugia-se num "estado natureza" estético, propiciador dos "poemas-objectos", lembrando a procura nietzschiana da linguagem originária intuitiva. Ricardo Reis, apesar de distante do vitalismo nietzschiano, não deixa de conter o seu amor fati. E alguma vez os gregos deixaram de estar com eles? Álvaro de Campos, porque moderno, é o heterónimo onde a "transmutação" dos valores é mais visível: amoralismo ("Odes"), artecracia, aristocratismo e anti"cristismo" ("Ultimatum"), estética vitalista (Apontamentos para uma estética não-aristotélica). Pessoa ele-próprio, apesar de "novelo embrulhado para o lado de dentro", não deixa, enquanto autor do "Interregno", de defender o irracionalismo histórico. E, perante a hecatombe da Modernidade, que pressentiram, e da metafísica tradicional, a redenção ontológica, passa a ser feita, por ambos, pela metafísica da arte. ANTÓNIO MANUEL CALDEIRA AZEVEDO nasceu em 1947. Licenciado em Filosofia, pela Universidade do Porto, obteve, na Universidade do Minho, o grau de Mestre em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa. Pessoa e Nietzsche é a dissertação apresentada, na Universidade do Minho, em Janeiro de 2001. É autor das seguintes obras: Do Significado Religioso de Panoias, Tartaruga, Chaves, 1998; Guerra Junqueiro: Modernidade e Palinódia, Porto, Lello Editores, 2001; Pascoaes e Caeiro: Dois Olhares sobre a Natureza, Braga, Diacrítica, 2001; Villa Real Motivos, Lisboa, Edições Tema, 2004; Fernando Pessoa: outramento e heteronímia, Lisboa, Instituto Piaget, 2005.
R$ 54,40
R$ 54,40
PagSeguro
Todos os Cartões de Crédito

À vista  -  R$ 54,40
02x - R$ 28,29
03x - R$ 19,24
04x - R$ 14,72
05x - R$ 12,01
06x - R$ 10,20
 


 
FORMAS DE PAGAMENTO:
 

 

-
Atendimento: (11) 31057239
 (11) 31057239
Rua Francisca Miquelina 140. 01316000São PauloSP
E-mail: dulce@ipiageteditora.com.br